O Museu do Calçado retrata a memória da industria do calçado em São João da Madeira ao longo do seu tempo, e a criatividade de novos designers.

Aqui podemos descobrir histórias de vida dedicadas aos sapatos, sapatos que marcaram vidas e sapatos qua são arte.

Para além do panorama museológico nacional este é um espaço de aprendizagem, criatividade e experimentação.

Não podia estar mais agradecida pelo convite de ter o meu trabalho em exposição no Museu e felicitar por este espaço que abraça gerações e deixam pisadas de história.



http://www.museu-do-calcado.pt














TRILHO FISGAS DO ERMELO - SERRA DO ALVÃO




De volta a perseguir os mais belos trilhos de Portugal, aproveitei uns dias de calor e fui até Vila Real, cidade situada na região Norte do país, para fazer o trilho das Fisgas do Ermelo que fica na lindíssima Serra do Alvão.

Este trilho circular dá início na pequena aldeia do Ermelo, alma do Alvão, tem 12.5 Km por isso fui pela manhãzinha e tirei um dia para o fazer, e foi a melhor opção porque assim pude desfrutar o que este tinha para me oferecer e compensar todas as gotas de suar que me tirou, sendo este um percurso moderado/difícil com um desnível acumulado de 650metros… por isso, toca a preparar essa resistência nas pernas e no pulmões, levar muita água e comida, como outros extra essenciais das caminhadas que não podem falhar: protetor solar, sapatilhas próprias para trail, repelente e bikini; sim leva tudo isto mesmo porque ao longo do trajeto vais encontrar as belas Piocas de Cima e de Baixo e vai saber muito bem dar um belo mergulho (com alguma coragem claro, pois a água é gelada) e desfrutar o espetáculo envolvente que a serra tem para te dar. Para mim é revigorante, adoro estar envolvida na natureza!

Não podia deixar de salientar no melhor que este trilho tem para oferecer para além do seu cenário natural esplendoroso, a Cascata de Fisgas do Ermelo, uma das maiores quedas de água de Portugal e da Europa.

No miradouro podemos contemplar o seu desnível que tem 200 metros de extensão cavados ao longo dos vários milénios da sua existência pelas águas calmas do rio Olo.

Escusado será dizer, como nunca canso que ser repetitiva neste ponto de vista, o orgulho que tenho da beleza que este país transborda e uma imensa atração de tudo o que a natureza nos oferece!

Por isso sempre que estejam nela, tirem o maior partido daquilo que ela tem para vos oferecer, amando-a e preservando-a como ela é!










CASA AGRICOLA DA LEVADA ECO VILLAGE


Depois de um dia longo é necessário um bom lugar para descansar, e deixo aqui a propriedade no qual me apaixonei e recomendo verdadeiramente, A Casa Agrícola da Levada Eco Village. Situada no centro da cidade de Vila real, junto a margem do rio Corgo esta quinta é uma ilha de tranquilidade onde estamos mergulhados na natureza. Adorei a filosofia desta, de auto suficiência e ecologicamente sustentável, a sua decoração encantadora, a simpatia dos funcionários. Sem falar que tem um pequeno almoço maravilhoso, aqui reina o conceito comida de verdade, pois encontramos produtos provenientes da própria quinta e biológicos. A única coisa que não gostei foi a estadia curta... vale mesmo a pena ficar mais um pouco e aproveitar tudo o que o espaço tem para oferecer e sem duvida o sitio ideal para desligar. Conto voltar!






Gostas de descobrir novos percursos e estás a pensar fazer este trilho, estou disponível para ajudar e dar algumas dicas!!

Deixem o vosso feedback comigo!

xx

TRAVEL GUIDE



Tailândia foi a minha primeira longa viagem de mochila às costas, pedras rochosas a sair do mar, praias paradisíacas, templos antigos, pad thai em todo o lado (o meu vicio gastronómico que trouxe da viagem) e muito snorkeling em águas translucidas com vista para todo o tipo de corais, não há como esquecer! Só recomendar.

As minhas viagens são por norma sem grandes planos, tenho destinos e zonas de referência, mas gosto de explorar e poder mudar o rumo da viagem se assim me apetecer, logo abre sempre asas a mais fascinantes aventuras e peripécia. Contudo havia nesta viagem um acontecimento que não podia deixar passar, o Festival das Lanternas em Chiang Mai, fascinante! O céu brilha repleto de balões que parecem estrelas a cintilar e a sumir de vista no infinito escuro, segundo esta crença budista, lançar a lanterna traz boa sorte. Por isso lá fui em tentar a minha…

Este Festival acontece no mês de Novembro, a sua data é móvel, coincide com a lua cheia do 12ª mês do calendário lunar tailandês. Em simultâneo com o festival decorre também o Loy Krathong, no qual oferendas de cestas feitas com folhas de bananeiras, decoradas com flores, velas e incensos que são colocadas para flutuar no rio e atrair a boa sorte. A cidade fica totalmente mobilizada para a celebrar este festival e cheia de gente, por isso recomendo aqui a programar com antecedência e o ideal é reservar um hotel no centro da cidade. Por aqui podemos andar à vontade, a cidade antiga é muito tranquila e a cada esquina temos templos para conhecer (importante não esquecer que existem algumas regras básicas para a entrada, resumindo, nada de carne à mostra!). Fora da cidade, na montanha de Chiang Mai tens o Wat Phrathat Doi Suthep, um dos templos mais sagrados do norte da Tailândia, sem dúvida que vale a pena a visita!

Mas a viagem não ficou por aqui, Bangkok a capital foi outro dos pontos de paragem tal como o Sul do país, Railay Beach, Ilhas Phi Phi e Ko Tao… chinelo no pé, lá vou eu entrar em modo chill! E eia as boas vindas ao paraíso... barco no mar e os sentidos todos a despertar. Chuva tropical suave com o barulho da trovoada ao longe que se mistura com o bater das pequenas ondas a quebrar na proa, no meu raio de visão... o infinito azul do céu com o translucido mar e as suas formações rochosas que se erguem… o suficiente para me agarrar! Estou conquistada!!

Com um país tão grande e tão bonito para descobrir, o tempo foi pouco… mas fica a vontade de um dia voltar. Sempre que penso na Tailândia tem algo que vem me sempre à cabeça em primeiro, os batidos e a fruta fresca laminada que encontras em todo o lado!! É tão tão saborosa….

Ainda a planear a tua viagem para este paraíso?

Partilho contigo alguns dos meus sítios preferidos!



VIEWPOINT RAILAY BEACH & PRINCESS LAGOON – KRABI


Percursos e trilhos é o que mais gosto de fazer, tudo que apela um bom desafio, eu estou lá... e este assim o é!

Se não te identificas com tanta aventura, podes apenas ir até o viewpoint, a vista é muito bonita e o percurso é simples, contudo recomendo para ambas levar sapatilhas... daqui podes fazer a segunda etapa que te leva à lagoa, aqui o desafio é lançado, consegues sair daqui limpo!! (depois digam-me algo) percurso em lama de argila no meio da vegetação, escadas de bambo de vários metros e cordas .. é bom levar força nas pernas e nos braços, mas no final tudo vale a pena, levas um bónus do esforço quando chegas à lagoa!

ILHA KO TAO


Amei esta ilha! Apesar de não a ter explorado da maneira que gostava, o mar estava agitado e infelizmente não pude fazer snorkeling e não deu para ir também a Ko Nang Yuan (uma pequena ilha a 10 minutos que pertence a Ko Tao), ou seja,alguns dos planos que mentalmente defini não aconteceram... mas, outras oportunidades surgiram, alugamos um scoter por um dia, e sem experiência nenhuma na sua condução lá fomos explorar, foi muito divertido... aqui andam todos sem capacete e conduzem do lado oposto!e então, desafio aceite!! em nada temíamos, (a correr mal ficávamos lá um mês a recuperar de possíveis quedas) e foi uma excelente experiência, o modo ideal para conhecer a ilha toda.



VEGETABOWL - KO TAO


Não podia deixar de referir este local...Vegetabowl, é um restaurante Vegan na ilha de Ko Tao em que a comida é incrível! tudo tem um sabor muito autêntico, que claro tive que repetir a vinda aqui! O espaço é leve, fresco.. perfeito para ir almoçar. Nota 10!


CUIDAR DE UM ELEFANTE - CHIANG MAI


Uma experiência muito bonita que vou guardar para sempre... por mais que possa a descrever é algo que recomendo a fazer. Tem que ser vivido mesmo para perceber o gratificante que é! O que partilho é a atenção na escolha onde o vão fazer.. existe muitos sitios onde podes passar um dia com um elefante a cuidar dele. mas a exploração animal é muito corrente neste locais. Eu escolhi o Mr. Whisky Jungle Trek, eles tem percursos para fazer na selva, mas também opções para cuidares de um elefante. Foi muito bom.. no final fizemos um pequeno trek na selva que nos levou a uma queda de água lindissima. e para almoçar pad-thai envolvido numa folha de bananeira... o melhor que comi até hoje!






CHANG CHUI PLANE NIGHT MARKET – BANGKOK


O mercado mais alternativo e pintas que vi até hoje. O Chang Chui Plane Night Market é um espaço onde artistas e designer mostram o seu trabalho. O conceito do mercado é nada é inútil, assim toda a estrutura do mercado é construído com estruturas reutilizadas sendo um projeto de sustentabilidade (ADORO!!). Aqui podes encontrar exposições de arte, concertos, cafés, restaurantes e lojas de autor com produtos exclusivos e ...literalmente um avião.

Vale de todo uma visita!


Deixem o vosso feedback comigo, partilhem o que mais gostaram ou caso estejam a planear uma viagem nesta maravilha duvidas que queiram tirar!

xx​

Subscribe not to miss the news, collaborations, promotions and workshops.

Everything going on

ATELIER INGUZ 2015 - 2020. All rights reserved

PORTUGUESE DESIGN SHOES

weloveinguz@gmail.com

+351 915 010 091

livro_reclamacoes_bw.png